11/26/2014

Escalivada




Esta é a proposta deste mês de  Memóries d`una cuinera.    
A escalivada é um prato catalão á base de legumes, como beringela,pimentos, cebola o tomates, assados na brasa e servidos com um pouco de azeite .
É uma das delicias mais simples que existem , escalivada vem do verbo escalivar que em catalão significa `assar al rescoldo`pode-se servir de várias maneiras , eu servi sobre uma fatia de pão.
Não usei beringela pois não tinha usei courgette.
Os legumes costumam ser assados na brasa mas não havendo brasas
faz-se no forno que foi o meu caso.




Ingredientes

1 corgette pequena
1/2 pimento verde
1/2 pimento vermelho
1 pimento laranja mini
1/2 cebola roxa


Colocam-se os legumes lavados num pirex  regam-se com azeite e vão ao forno virando de vez em quando para que assem.
Quando estiverem assados retiram-se e deixam-se arrefecer um pouco, depois tira-se a pele aos pimentos 
Corta-se a courgette em fatias finas e a cebola em rodelas.
Deita-se num prato e tempera-se com o azeite do assado, flôr de sal e um pouco de pimenta preta.
Serve-se sobre uma fatia de pão.



11/24/2014

Pão de farinha Kamut Myprotein



Como já anunciei aqui fiz uma parceria com a Myprotein e esta é a primeira receita que faço com uma das farinha recebidas.
Usei a Farinha Kamut Orgânica neste pão, ficou um pão muito macio  e saudável ,foi feito ontem mas neste momento tomo o pequeno  e estou a comer uma fatia e ele continua fofo.
Posso dizer que daqui a bocado vou caminhar cheia de energia.
Boa semana....


Ingredientes

150 ml de água
150 ml de leite de soja
30 g de manteiga s/sal amolecida
1/2c.(chá) de sal
300 g de farinha Kamut orgânica Myprotein
200 g defarinha trigo t65
1 c.(chá) de açúcar mascavado claro
1 saqueta de fermento biológico seco

sementes de girassol


Colocam-se os ingredientes na cuba da máquina do pão, primeiro os liquido de seguida os sólidos, escolhe-se o programa massas.
No fim do programa despeja-se a massa sobre a bancada da cozinha devidamente enfarinhada, amassa-se a massa e forma-se uma bola que se coloca num tabuleiro untado.

Vai ao forno no programa de levedação por cerca .de 30 minutos, caso não tenham este programa tapa-se com película aderente e deixam levedar no sitio quente até duplicar de tamanho.
Pincela-se com leite morno, polvilha-se com as sementes .


Pôe-se o forno a 140ªc e o vai a cozer por 25 minutos ou até espetar um palito e ele sair limpo.
Retira-se e deixa-se arrefecer.



O Kamut é uma variedade de trigo que teve a sua origem no Egipto. Foi aí cultivado durante milhares de anos até ter sido substituído por variedades de trigo com maior rendimento.
  • Esta variedade de trigo foi recentemente recuperada pela Agricultura Biológica, sendo uma cultura exclusiva deste modo de produção. Pelo facto de ter existido este “iato” temporal no seu cultivo, o Kamut não sofreu qualquer manipulação através das técnicas da agricultura moderna.
    Contém entre 20 e 40% mais proteínas, amino-acidos, vitaminas e minerais que as variedades de trigo comuns. Possibilita uma digestão muito fácil e por vezes pessoas que são alérgicas ao trigo reagem bem ao kamut.
    De sabor muito agradável, é muito rico em selénio que “juntamente com as vitaminas C e E e a beta-carrotena, reduzem os radicais livres que são em parte responsáveis pelas doenças cardiovasculares e algumas formas de cancro.” – Professor Dr. Werner Pfannhauser, Universidade de Viena, 4.2.1997) 
    A ingestão de kamut contribui para a absorção das quantidades mínimas diárias recomendáveis de selênio, presentes no kamut em percentagens muito superiores às existentes no trigo comum. 

    Poderá encontrar kamut em muitas formas: em grão, em flocos, em farinha, couscous, massas – as massas feitas com kamut dispensam a utilização de ovos pois o kamut contém uma percentagem superior de proteínas e o seu glúten é de melhor qualidade.



11/21/2014

Semifrio chocolate & morangos



Ando um pouco preguiçosa para fazer sobremesas,mas um dia destes arregacei as mangas e lá saiu esta, o problema é dar um nome a receita que se inventa na hora.
Um semifrio com dois sabores, chocolate negro e morangos, cobri com chocolate e decorei com morangos e chips de chocolate com sabor a laranja.
Ficou uma delicia.


Ingredientes

120 g de chocolate negro 70% cacau
200 g de morangos congelados
6 c.(sopa) de açúcar
500 g de queijo quark
4 iogurtes naturais
1 pacote de natas(200ml)
9 folhas de gelatina

Cobertura

80 g de chocolate negro 70% cacau
2c.(sopa) de natas
morangos
chips de chocolate


Derrete-se o chocolate em banho-maria e depois mexe-se bem até ficar cremoso e reserva-se para que arrefeça.
Demolham-se as folhas de gelatina em água fria, cinco numa taça e quatro noutra.
Colocam-se os morangos numa tacho com metade do açúcar e deixa-se cozer até que se desfaçam, com a varinha mágica trituram-se, juntam-se 5 folhas de gelatina e mexe-se para que se dissolvam, reserva-se para que arrefeça.


Bata-se o queijo com os iogurtes, as natas bem firmes e divide-se em duas partes iguais, numa junta-se os morangos triturados e mistura-se bem.
Na outra junta-se o chocolate já frio e a gelatina derretida em banho-maria e o restante açúcar mistura-se muito bem 



Forra-se uma forma com pelicula aderente, neste caso eu uso uma caixa de gelados.
E deita-se o creme de morangos e vai ao congelador até solidificar um pouco.
Depois com cuidado deita-se o de chocolate e tapa-se a caixa e vai ao frio até solidificar completamente, deixo sempre de um dia para o outro.


Derrete-se o chocolate com as natas e mexe-se bem ,deixa-se arrefecer .
Desenforma-se o semifrio e barra-se com o chocolate já frio, decora-se com os morangos e os chips de chocolate.

Bom fim de semana

11/20/2014

Parceria Myprotein



Hoje não trago receita venho falar da minha parceria com a Myprotein.

Myprotein é uma empresa multi premiada que vende suplementos desportivos online ,lançaram recente o seu site Português podem ver aqui, tem imensos produtos que podem comprar online.
Eu recebi duas farinhas , a telf e a kamut.



Farinha Telf Orgânica superfina é nativa das montanhas étiopes do norte da Africa Oriental.
É considerada como uma fonte de proteína completa, uma vez que contém todos os aminoácidos essenciais,bem como uma fonte de cálcio ,fósforo ,cobre, magnésio, potássio,zinco e tiamina.
Benefícios- é rica em fibras proporcionando 7 g de fibra por 100g  e pobre em gordura saturada e sal.
Fornece um conteúdo proteico de 12% o que irá contribuir para o crescimento e manutenção da massa magra.

Benefícios- Baixa em gordura e açúcar, alta em fibra dietética, boa adição a outros alimentos.




-baixo em gordura e açúcar
-Alta fonte protéica
-Boa adição a outros alimentos

Usar em alternativa á farinha branca comum no cozimento.

Estou ansiosa por as usar, em breve trarei novidades.

11/18/2014

Pães de Deus



Há muito que queria fazer pães de deus, comia muitas vezes quando estudava e adorava.
Pesquisei várias receitas mas acabei por fazer o do Sabor Intenso, adorei ficaram muito fofos e muito saborosos vou ter que fazer mais vezes pois foram um sucesso.


Ingredientes

500 g de farinha t65
150 g de açúcar
2 ovos 
1 saqueta de fermento seco
100 g de manteiga
1 dl de leite morno
raspa e sumo de 1/2 laranja
1 gema para pincelar

Cobertura

1 ovo + 1 clara
90 g de coco ralado
2 c.(sopa) de açúcar
açúcar em pó


Colocam-se os ingredientes da massa na cuba da mfp, primeiro os líquidos e depois os sólidos.
Escolhe-se o programa massas que leva 1:30, no fim do programa despeja-se a massa na bancada enfarinhada, amassa-se para retirar o ar e divide-se a massa em 13 pedaços que se formam umas bolas.
Colocam-se num tabuleiro forrado com papel vegetal untado e vão ao forno no programa de levedação cerca de 30 minutos.


Cobertura- Juntam-se todos os ingredientes da cobertura até ficar tipo papa.

Depois dos pães lêvedos,pincelam-se com a gema e com muito cuidado distribui-se a cobertura pelos pães.
Vão a cozer cerca de 20 minutos, retiram-se e deixam-se arrefecer. 
Depois de frios polvilham-se com açúcar em pó